Qual a graça de se plagiar uma fanfic?

É assim que começo este post… Perguntando “Qual é a graça de se plagiar uma fanfic?” Alguém sabe a resposta? Alguém sabe ler a mente de um maldito plagiador? Eu quero saber qual é a graça de se copiar uma fanfic cujo ficwriter teve o maior trabalhão de pensar e escrever por horas e até por dias a fio, seja uma simples one-shot, seja uma mega fanfic com mais de 50 capítulos. Eu não entendo o que se passa na mente de um plagiador, mas sei que esse tipo de gente não passa de um lixo, que acha que pode sair copiando dos outros e ficar impune!

Eu já tive duas fics minhas plagiadas, e garanto a vocês que a sensação não é nada boa. Se pra mim, que estou em uma situação “normal”, isso é ruim, imagina pra quem escreve fanfics não só por hobby, mas por uma questão de sobrevivência e de combate a uma depressão? Pois bem, isso dói pra alguém como a Tita, que está escrevendo a fanfic “Heir Yagami: Resurrection” e a usando como válvula de escape para o que ela vive atualmente.

Plágio é a pior coisa que pode acontecer para desestimular um ficwriter a escrever. E muitos desistem por isso, pois os plagiadores levam os crétditos por aquilo que não fizeram.

Os plagiadores são um dos piores tipos de escória que aparecem pela internet. Eles são monstros que podam talentos da escrita e acabam com os sonhos de vários ficwriters que poderiam ser promissores. E de tantos outros que, como a Tita, usam a escrita como uma válvula de escape e como uma poderosa arma contra a tristeza e a depressão.

Se você, que está lendo este post, for leitor de fanfics e dar de cara com um plágio da sua história preferida, não hesite, DENUNCIE!! Se você é um ficwriter que foi plagiado em algum momento, NÃO DESISTA DE ESCREVER! Se desistir, você estará deixando o plagiador vencer e levar os créditos por algo que ele não fez!

E se você, que está lendo isso aqui e está plagiando uma fanfic… Bota a mão na consciência e larga essa vida! Pois você pode estar cavando sua própria sepultura…

Anúncios

Uma coisa é errar… Outra coisa é ser ignorante!

 

Já que o assunto dos posts do blog “Operação Crítica!” é sobre fanfics ruins e a SallyYagami e a Yuurei registraram suas opiniões lá, creio que é minha vez de fazer o mesmo, tanto lá como aqui. Pois bem, aqui vai o que penso a respeito.

Eu questiono se realmente essas pessoas aprenderam português nas salas de aula, ou se só ficam pensando e fazendo futilidades. Se for julgar pelas fanfics que escrevem, não devem nem mesmo saber o alfabeto de cor e na sequência. Sério, eu gostaria mesmo de saber se essa gente que escreve alguns lixos de fanfics – se é que se pode chamar tais porcarias de fanfics – escreve da mesma maneira nas provas e nos cadernos de tarefas nas escolas.

Tudo bem que a educação no Brasil não é lá essas coisas, mas pelo menos nós devemos aprender a nossa língua pátria, não concordam? Ao que parece, não. Preferem desmoralizar a própria língua e ridicularizá-la ao extremo.

Não entendo por que fanfics assim fazem sucesso aos montes nos sites de fanfics de língua portuguesa – até porque eu só escrevo e posto mesmo em português… Realmente tento entender a razão disso.

Já disseram que tenho inveja dessas fanfics. Inveja? Eu? E eu sou louca o bastante pra ter inveja de fanfics tão mal-escritas a ponto de serem quase ilegíveis? Não, eu não tenho inveja, eu me sinto indignada! Também não tenho inveja dos fandoms que fazem sucesso, porque gosto de outros.

Há muitas fanfics pela net afora que são incrivelmente superiores às que recebem centenas de comentários e favoritos, mas que não recebem quase nada do que mereceriam receber. Há fanfics e histórias originais surpreendentes que merecem ser lidas e relidas, e que têm potencial para ganharem fãs de verdade do início ao fim.

Os autores das fics-lixo que infestam a web fazem isso apenas pra ganhar popularidade, pois sabem que os leitores aparecerão apenas para ler por causa dos fandoms que estão na modinha. E os comentários aparecem em avalanche, mas sem nenhum conteúdo. Não importam as coisas absurdas que aparecem: comédias retardadas, dramas que mais parecem novela mexicana, uso de desgastados clichês que beiram ao ridículo, hentais nojentos e tudo mais de ruim.

Tudo bem, há gostos e gostos… Mas você, leitor(a) de fanfics, prefere deixar que essas fanfics mal-escritas ridicularizem e ofendam a sua língua pátria? E você, autor de fanfics – ou simplesmente ficwriter – pensa em dar valor à língua portuguesa e escrever algo decente? Ou prefere passar por cima em nome da popularidade e continuar sendo ignorante?